Nova colaboração ao Banco de Refeições

Foto: Roni Rigon

A Fundação Caxias tem a Pizzaria Giordani como nova parceira do programa Banco de Refeições Coletivas. Com início em novembro, a distribuição dos excedentes da pizzaria está sendo realizada para uma entidade de Caxias do Sul. A Casa de Apoio Celeiro de Cristo, que atende no momento 50 homens entre 18 e 60 anos em situação de vulnerabilidade social devido ao uso de substâncias psicoativas, recebe diariamente aproximadamente 150 fatias de pizza, servidas durante o jantar.

De acordo com Milton Giordani, gerente da pizzaria, a intenção é retribuir à sociedade de alguma maneira, ajudando a quem precisa. “O Brasil é um dos países que mais desperdiça comida no mundo, e todo esse excedente poderia ser de grande utilidade. O importante é fazer a nossa parte”, afirma.

O Banco de Refeições Coletivas é uma iniciativa da Fundação Caxias, juntamente com Banco de Alimentos, Lefan Capuchinhos, Instituto Elisabetha Randon e Prefeitura de Caxias do Sul, que desenvolvem este trabalho desde 2013 com objetivo de doar o excedente de alimentos produzidos em cozinhas industriais e restaurantes a entidades assistenciais cadastradas ao programa. Atualmente, a média é de 700 refeições por dia entregues a 13 entidades cadastradas, graças aos parceiros e apoiadores do projeto.

Para empresas que querem colaborar, mais detalhes e informações pelo email atendimento@fundacaocaxias.com.br ou pelos telefones: (54) 3223.0528 / (54) 99112.8383/ 99112.9890.

Fonte: Chris Finger

Related Posts

Viagem profissional pelo mundo

Viagem profissional pelo mundo

Collette e Scott Stohler têm uma carreira aparentemente de sonhos como influenciadores digitais e se beneficiam de desejo de empresas e marcas por poder de influenciadores nas mídias sociais. Os Stohler ganham cerca de U$$ 200 mil por ano para viajar pelo mundo, mas garantem […]

Risco nos negócios

Risco nos negócios

Mulheres têm aversão a riscos. Você certamente já ouviu essa frase, usada tanto contra como a nosso favor. Serve, do lado negativo, como argumento para desconfiar do nosso bom desempenho em cargos de liderança, já que não estaríamos preparadas para tomar decisões arrojadas. Pode também […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *