Corra!

Fazendo jus ao título de um dos melhores filmes de suspense dos últimos anos, Corra! tem atraído muitos ao cinema, curiosos com sua incrível história de hipnose, histeria e racismo. A peça se desdobra ao redor de Chris, um rapaz negro que, namorando uma garota branca, sai em passeio à casa de campo dos pais dela. No local, ele descobre que há uma sinistra rede de relações entre brancos e pessoas de cor, mas não uma feita de prejuízos raciais, com membros da Ku Klux Klan, incendiando cruzes e pessoas sendo julgadas por sua pigmentação de pele. O que acontece lá é uma convivência estranhamente harmoniosa entre os grupos, mas todas essas pessoas mais parecem zumbis do que seres humanos, o que imediatamente chama a atenção de Chris, interpretado pelo (quase) desconhecido Daniel Kaluuya. A tentativa de responder aos porquês no comportamento daquela gente leva nosso personagem a descobrir que nada ali é normal, e que o que lá acontece é uma insanidade sem precedentes.

É um filme muito bem conduzido, desses que não deixam pontas soltas. Cada quadro e cada dúvida encontra sua resposta e para todas elas a reação dos espectadores é a mesma: espanto e uma grande dose de satisfação.

O elenco não é expressivo. Atores e atrizes são pouco conhecidos (uma excessão é Allison Williams, que fez uma aparição no seriado Girls), mas a despeito disso, todos realizam bem seus papéis, abrilhantando a execução dessa produção. E, de certa forma, ver rostos pouco conhecidos é em parte responsável pelos bons resultados da trama, pois dá a ela ares de credibilidade, justamente por não trazer rostos forçosamente comuns aos nossos olhos. A música, bem dirigida e sem a morosidade dos tons graves típicos dos suspenses hollywoodianos, faz com que a trama tenha uma expressão mais leve, mais coerente. É, em suma, um filme muito feliz em seus resultados, e certamente merece uma atenção daqueles que estavam em dúvida sobre ele depois de ouvir a opinião dos amigos. Realmente fazia tempo que não se fazia um thriller com tal intensidade. Corra! acaba de resetar a contagem, e com razoável sucesso, graças à competência do seu produtor, Jordan Peele.

 

Get Out, EUA, 2017. 104 minutos.

Gênero: Suspense

Roteiro e direção: Jordan Peele.

Elenco: Daniel Kaluuya, Allison Williams, Bradley Whitford, Betty Gabriel.

get-out-corra-suspense-filme-terror-jordan-peele
Foto: Divulgação

Related Posts

Natal Mágico Peterlongo

Natal Mágico Peterlongo

As luzes do Castelo Peterlongo, em Garibaldi (RS), vão ser acesas neste sábado, 2 de dezembro, para receber crianças, jovens e adultos em mais uma sessão do Wine Movie. O público será recepcionado ao som de violinos pelos Pequenos Cantores do Instituto Tarcísio Michelon. Após, […]

2ª temporada do Wine Movie

2ª temporada do Wine Movie

A segunda temporada do Wine Movie Peterlongo segue em ritmo acelerado neste mês de outubro, celebrando a primavera. Depois de ter exibido três sessões de ‘O Filme da minha Vida’, de Selton Mello, duas no dia 23 de setembro e uma em 7 de outubro, […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *