Algodão brasileiro na moda nacional

Foto: Divulgação

Paulo Borges, idealizador do São Paulo Fashion Week e um dos entusiastas do Movimento Sou de Algodão, criado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (ABRAPA), esteve na 33ª edição do IAF World Fashion Convention, no Rio de Janeiro, como um dos debatedores do painel Algodão Brasileiro: Da Produção Sustentável à Prateleira – Iniciativas de Valor. Arlindo Moura, presidente da ABRAPA, e Ariel Horotvitz, diretor da Norfil, referência em fios de algodão no Brasil, também compuseram a mesa.

Na ocasião, Borges reforçou a importância de iniciativas que fomentem o desenvolvimento criativo do mercado brasileiro da moda, com foco na vocação cultural diversa do país e também das habilidades manuais e artesanais dos brasileiros.

Foto: Divulgação

“O Brasil precisa cada vez mais alcançar a sua capacidade criativa, inserindo matérias-primas que desenvolvam a cadeia como um todo e que assimilem a nossa identidade diversa. Sem dúvida o algodão é um expoente nesse sentido, já que está presente na malha, na tecelagem, no índigo, no jeans e em diversos elos que se comunicam com o público jovem e que têm uma expressão de moda no mundo inteiro”, explica.

Arlindo Moura, presidente da ABRAPA, falou sobre a importância de conscientizar a indústria e os consumidores sobre a sustentabilidade na cadeia produtiva do algodão e, claro, dos benefícios da fibra natural.

“O algodão brasileiro é sustentável ambiental, social e economicamente e não impacta o meio ambiente como os sintéticos, além de oferecer todos os benefícios de uma fibra natural como conforto e leveza”, disse.

No Brasil, 81% de todo o algodão produzido é considerado sustentável pela certificação ABR (Algodão Brasileiro Responsável), ou seja, com uso racional de água e boas práticas de redução de impacto ao meio ambiente. Além disso, o país é o maior produtor de algodão sustentável mundo, representando 30% da produção mundial.

Para disseminar informações sobre o processo produtivo e benefícios do algodão, a ABRAPA criou o Movimento Sou de Algodão, que contempla diversas ações de incentivo ao uso da fibra na indústria têxtil do país, com o objetivo de conscientizar o consumidor final sobre os benefícios da matéria-prima na moda. Com o projeto, o objetivo da Abrapa é ampliar de 6% a 12% o uso do algodão na cadeia têxtil em um período de cinco anos.

Foto: Divulgação

As ativações do movimento contemplam engajamento de influenciadores que conversem tanto com a cadeia produtiva quanto com o consumidor, como estilistas, personal stylists, representantes de marcas que ditam a moda, empresários e blogueiras, além de parcerias com marcas, iniciativas com instituições de formação em moda e apoios, sempre com o objetivo de informar sobre os benefícios do algodão.

Fonte: Index Assessoria.

Related Posts

Make para festas de final de ano

Make para festas de final de ano

As mulheres não abrem mão de um visual elegante, sofisticado e poderoso durante as festas de final de ano. Lavoisier, maquiador oficial de Eudora, preparou um passo a passo de beleza com dicas para brilhar e não errar na ocasião. “Essa maquiagem foi produzida com […]

Clara Escobar lança álbum

Clara Escobar lança álbum

A cantora Clara Escobar lançará, no dia 28 de dezembro, o seu primeiro álbum solo. O show de lançamento será no Zanuzi, em Caxias do Sul. A entrada é franca e os cds serão vendidos na hora a R$ 15,00. O lançamento de Lírios Brancos, […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *